quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

O Preço do Sacrifício - Final

Quando enfim realizei meu sonho,parei,pensei e então tomei uma decisão.


Na época que me tornei atleta profissional de futebol,já estava com casamento marcado para o ano seguinte. Estávamos em 2005 e eu iria se casar em Abril de 2006,isso também influenciou na minha decisão.O futebol era a coisa mais importante da minha vida,eu amava jogar futebol e ter isso como profissão era uma realização pessoal e profissional incrível.Mas eu não era convertido ao Senhor Jesus naquela época,eu estava querendo me libertar.Apesar de não me faltar nada,havia uma opressão dentro de mim,alguma coisa me incomodava e não me deixava ser feliz,eu dava risada mas não era feliz,havia um vazio e uma sensação de peso no meu corpo,fora as vezes quando eu pensava na morte e me indagava"para onde vai a minha alma,qual o destino do homem após a morte?"


Eu sabia e tinha certeza que nem todos iriam pro céu quando viessem a falecer,mas quem iria para o céu? e quem não iria? e como fazer para herdar esse lugar tão sagrado? Essas dúvidas e os vários sintomas dentro de mim me deixavam mal,os dias eram infernais e eu precisava encontrar a verdadeira paz,a paz interior.Foi quando lutando dentro de mim,eu decidi de vez pegar firme na IURD e ir pro tudo ou nada.Minha mãe havia se afastado da igreja e frequentava uma outra denominação,eu até fui com ela algumas vezes,mas a opressão e as dúvidas continuavam,eu entrava perturbado e saia pior ainda.  
Toda as vezes que fui com minha esposa,fui por ir,sem presta atenção e só para agrada-lá,se fui com ela três vezes foi muito.Mas certo dia,me lembro como hoje,era uma quarta feira a tarde,a minha irmã mais velha se trocava para ir a IURD,pois mesmo minha mãe se afastando a minha irmã continuou firme e até hoje nunca se afastou.Eu olhei ela se arrumando e disse que iria com ela,ela então ficou meia assustada,pois havia me convidado  por diversas vezes e eu sempre dizia "não"


Sai com ela decidido e logo chegamos a igreja,estava no altar da catedral do brás o então pastor Claudene Conte.Eu me lembro que quando entrei as pessoas já estavam de pé,pois o pastor acabará de entrar,ele entrou e disse assim"Eu sei que de repente você  está aqui cheio de problemas,aliás você deve ter diversos problemas,principalmente no seu interior,mas se você hoje,esquecer tudo isso e se voltar para esse Deus que hoje eu vos apresento,então pode ter certeza que sua vida muda hoje,agora!"disse ele,parecendo que falava direto para mim,parecia que só havia eu ali na igreja.
Aquelas palavras entrarão dentro de mim e sem saber falar com Deus, comecei a adorá-lo e dizer tudo o que estava dentro de mim.As lágrimas caíam do meu rosto,não eram lágrimas de tristeza nem de dor,mas lágrimas de felicidade e alegria,eu nunca havia tido esse tipo de experiência antes,aquilo que estava acontecendo ali,era algo sobrenatural.


Quando sai da igreja,eu sai diferente,a opressão havia sumido e o meu corpo estava leve.Já não tinha mais dúvida alguma,tinha sim a certeza que tudo se havia feito novo e de que nunca largaria esse Deus que havia encontrado.Isso aconteceu em 2006,4 anos se passaram e o resultado foi esse:
Larguei o futebol pela obra de Deus,tive o meu encontro com Deus,fui levantado obreiro,tive meu novo nascimento,aprendi outras profissões,casei,mudei,tive um filho,gerei filhos na fé...


Encontrei o meu Deus e me entreguei a Ele!

Um comentário:

Márcia de Oliveira Silva disse...

Oi Boa Noite! ficou muito legal o final, Parabéns pelo Blog e pelas postagens estão ótimas.Nossa incrível como vc lembra os detalhes de tudo rs

Videos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

PREVISÃO DO TEMPO