sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Foi Assim que Cheguei na IURD.Parte 2 de 7




"Coloque a mão no seu coração  e permaneça com os seus olhos fechados" foi o que disse o pastor em um dado momento da oração.Ele disse que se nós confiássemos em Deus naquele momento, sairíamos livres do todo peso,angústia e opressão.

Eu entrei ali sentindo tudo isso,a opressão era grande dentro de min,um peso,uma angústia que nem eu mesmo conseguia entender.Mas no momento da oração...eu falei com Deus e ele ouviu o meu grito de socorro,não audível,mas  profundo e silencioso,algo que só alguém poderoso poderia ouvir e entender.

A reunião parecia ter acabado muito rápido,ta certo que chegamos atrasados mas,foi como um relâmpago e  a última palavra que ouvi do pastor antes de ir embora foi"Não é por muito falar que Deus nos ouvirá,mas sim pela fé e sinceridade nos cumprimentos De Sua palavra".Aquelas últimas palavras ficaram gravadas em minha mente até hoje,a reunião tinha acabado e eu estava começando a minha caminhada na fé.

Sai dali leve,livre e com uma certeza muito grande de que tinha encontrado Deus,ora,Ele me ouviu e recebi dele o que procurava.Tinha paz,alegria que há muito tempo não tinha,parecia que havia provado algo que ninguém nunca provou e precisava mostrar isso pra todos que eu conhecia.Quando cheguei em casa,percebi   que a minha disposição era outra,não queria mais ficar trancado em casa,queria sair,andar,pular,sei lá...eu precisava ficar em movimento! mas não era um estado perturbador de quem não tem paz,ao contrário,eu só  queria  passar para as pessoas o que eu tinha recebido,porque eu sabia que muitas pessoas ao meu redor também eram tristes e que sorriam por sorrir,porque dentro delas havia algo que só elas e Deus  sabia que tinha que ser resolvido,eu precisava gritar....

E foi o que fiz, comecei a fazer as correntes de libertação na igreja sozinho,sem ninguém,minha irmã agora não estava mais comigo,eu tinha uma nova companhia que andava comigo de dia e de noite e até no meu deitar Ela era presente.A minha visão tinha se aberto,eu podia enxergar,enxergar o que o meu pai,minha mãe e aquelas pessoas que antes queriam me ajudar não conseguiam enxergar.Eu vi o meu problema diante de mim e partir pra cima dele com toda minha força...e o resultado foi avassalador!

A minha chegada na IURD não iria ser em vão,eu não sabia muita coisa,não entendia quase nada mas,de uma eu tinha certeza...eu não estava caminhando sozinho.

Continua... 

Nenhum comentário:

Videos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

PREVISÃO DO TEMPO