domingo, 8 de janeiro de 2012

O Testemunho - Parte 10

"Saiam do carro,acabou o namoro".Foi a ordem que demos ao casal, donos do carro.

Éramos em quatro,eu,Flávio,Vagner e Daniel.Quando o casal saiu assustado do carro,eu logo me propus a entrar,o Vagner era o único que sabia dirigir e foi logo no banco do volante,mas na hora em que fui entrar no banco do carona,o Daniel me puxou e disse para eu ir embora com ele,então,o Flávio entrou no carro.

O Vagner saiu com o carro em disparada,segundo ele mesmo,ele e o Flávio estavam andando com o carro normalmente,quando do nada,surgiu a policia.O Vagner não pensou duas vezes e acelerou,o carro foi pra mais de 100 km por hora,e no sentido supermercado "Cuca" no bairro do Jardim Melvi,o Vagner perdeu o controle do carro e bateu direto no poste,quase entra com o carro no mercado.A batida foi forte,mas os dois conseguiram sair do carro e correr da policia que vinha atrás atirando e gritando para os dois se jogarem no chão,Vagner era forte,mas correu arriscando a própria vida e conseguiu fugir,já Flavio,não conseguiu correr e se jogou no chão,se entregando a policia e tendo sua vida em cárcere por algum tempo.
A noite,no bairro,a noticia se espalhou e eu fui um dos primeiros a saber,o que as pessoas não sabiam ainda,era que eu estava no meio disso tudo.O Vagner ainda não havia chegado,foi chegar horas mais tarde,pois,estava escondido em uma casa esperando a policia ir embora,assustado e sem camisa,suando muito,ele finalmente apareceu e logo entrou para dentro de sua casa..Não teve jeito,depois daquela noite,no finalzinho da tarde do dia seguinte,meus pais já estavam sabendo,a reação foi de transtorno pro meu pai,ele veio para cima de mim para me bater,mas minha mãe entrou na frente e me protegeu.
Na verdade o que eu não entendia,era que o Senhor Jesus é que tinha que estar a frente da minha vida,mas eu não percebia,até quando a minha mãe iria suportar isso?até quando essa fé que ela tinha,iria suporta tanta dor?era isso que eu pensava ,enquanto eu deitado na cama,tentava dormir e dar um rumo certo para minha vida.
Os dias se passaram,o Flávio continuava preso,o Vagner um pouco mais dentro de casa,e eu...eu continuava cego e sem enxerga a minha vida sendo destruída.O pior de tudo é que se nós tivéssemos conseguido roubar o carro,nós iriamos roubar uma das lojas mais ricas da baixada santista,mas tarde eu entendi o porque que não deu certo aquele roubo do carro.Mesmo tudo dando errado e eu vendo meus "amigos" se destruindo,nas drogas,no tráfico e na bandidagem,eu queria mais e o diabo satisfazia a minha vontade,ele sabia que eeu estava gostando de roubar e não perdeu tempo de me dar,mas uma "oportunidade".

Mas o que eu não sabia,era que aquela oportunidade,mudaria de vez a minha vida.Um passeio,um simples passeio,mudaria a minha vida para sempre...

CONTINUA... 

Nenhum comentário:

Videos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

PREVISÃO DO TEMPO